Quando se fala em dropshipping, a maioria das pessoas pensa na ideia de dinheiro rápido e fácil, e por esse mesmo motivo, muitos que iniciam sua operação acabam por encerrá-la rapidamente pela falta de resultado e paciência, antes que o negócio possa de fato alavancar. Alguns desses erros são percebidos tarde demais, e muitas vezes são difíceis de serem corrigidos ou geram uma perda grande do investimento inicial.

Para evitar erros mais comuns e graves, o mais importante é estudar a fundo sobre o mercado antes de investir qualquer quantia. Nesse artigo, listamos alguns dos erros mais frequentes e comuns para que você os evite e inicie seu negócio com segurança, sem perder seu caixa e trabalho no que não funciona.

Não construir uma marca

Assim como em qualquer negócio, a sua loja de dropshipping precisa de uma boa marca para se destacar e principalmente passar credibilidade para os seus consumidores e incentivá-los a comprar novamente com você. Um dos maiores erros de iniciantes é pecar na hora da elaboração dessa marca e acabar por despertar desconfiança de visitantes da sua loja que não serão convertidos em vendas.

O primeiro passo é criar uma identidade visual para a sua loja com cores e elementos padrões. Você pode usar ferramentas gratuitas como o Canva para te ajudar com isso e, se ainda não tiver um público-alvo em mente, pode construir uma identidade mais genérica se inspirando em marcas conhecidas que vendem para nichos amplos. É muito importante investir também nas redes sociais do seu negócio, pois os visitantes vão procurar saber mais da sua marca. Alimente-as com fotos dos produtos, seguindo a sua identidade visual, e poste feedbacks recebidos de clientes. Mais pra frente, quando investir em tráfego pago, suas redes atrairão muitas pessoas e sua marca precisa estar forte.

Não pesquisar e analisar produtos

Assim como em qualquer negócio, a sua loja de dropshipping precisa de uma boa marca para se destacar e principalmente passar credibilidade para os seus consumidores e incentivá-los a comprar novamente com você. Um dos maiores erros de iniciantes é pecar na hora da elaboração dessa marca e acabar por despertar desconfiança de visitantes da sua loja que não serão convertidos em vendas.

O primeiro passo é criar uma identidade visual para a sua loja com cores e elementos padrões. Você pode usar ferramentas gratuitas como o Canva para te ajudar com isso e, se ainda não tiver um público-alvo em mente, pode construir uma identidade mais genérica se inspirando em marcas conhecidas que vendem para nichos amplos. É muito importante investir também nas redes sociais do seu negócio, pois os visitantes vão procurar saber mais da sua marca. Alimente-as com fotos dos produtos, seguindo a sua identidade visual, e poste feedbacks recebidos de clientes. Mais pra frente, quando investir em tráfego pago, suas redes atrairão muitas pessoas e sua marca precisa estar forte.

Muita expectativa com números exorbitantes

Muito se vê sobre pessoas que entram no mundo do drop baseada em casos de pessoas milionárias, achando que em um mês consegue esbanjar com o fruto do drop. Não é bem assim, claramente essas pessoas de sucesso devem servir de inspiração, mas tudo deve-se pensar a longo prazo. O recomendado é sempre se inspirar em pessoas que te digam números reais de pessoas reais que estão iniciando e sempre lembrando que os ganhos devem ser reinvestidos, nenhum sucesso é instantâneo..

Não dar atenção ao feedback e ao relacionamento com o cliente

A forma com que você atende seu cliente pode mudar o rumo do sucesso de sua loja. Ter um relacionamento bom com o seu cliente, não quer dizer ter mais gasto, sabemos que muitas vezes o investimento inicial é baixo, mas isso não depende de valores, mas de dedicação.

Ignorar o retorno de um cliente nunca é uma boa escolha, até porque esses clientes conseguem de forma orgânica fazer uma boa propaganda do seu negócio, ou uma ruim também. Portanto, mesmo que tenha dado errado algo sobre algum pedido, exista alguma dúvida, dê uma atenção especial a esse cliente, para que você não tenha sua loja difamada e prejudique a credibilidade de sua empresa, procure solucionar o problema o mais rápido possível.

Ter muita pressa para os resultados

Se programar e ver que o dropshipping agora mais que algo complementar é onde pode se transformar na carreira principal de sua vida. Descobrir aos poucos estratégias, potenciais de produtos, como escalar leva tempo e dedicação.

Elaborar um plano de negócio com possíveis falhas é essencial para que o projeto se solidifique. Negligenciar etapas para acelerar o processo pode ser um caminho sem volta. Por isso escute aquele ditado “ curta o processo”, aproveite das falhas para estudar, aproveite o tempo para ir se adequando a novas tendências de mercado, e muito mais coisas que o digital possa te proporcionar. 

Não ser claro sobre prazos de entrega

Quando nos deparamos com prazos impossíveis de serem cumpridos, concluímos que muitos dropshippers trabalhando repassando prazos menores, por receio de perder a venda. Pelo contrário do que se pensa, o cliente acaba se aborrecendo com prazos que foram omitidos, fazendo com que esse cliente não retorne para uma segunda compra. 

Ser claro sobre prazos é uma maneira de ter uma boa e clara relação com seu cliente. É mais vantajoso evitar uma reclamação no reclame aqui, um possível pedido de reembolso sendo transparente sobre todo o processo que a logística toma.

Não estudar sobre métricas, métodos e processos de tráfego

Essa é uma das etapas mais importantes em um e-commerce, pois através do tráfego é atingido seu público alvo. Ao contrário do que muitos pensam, não basta chegar e aplicar simples filtros no google ads, ou facebook business e esperar que a venda chegue. O tráfego é um conjunto de análises diárias sobre o que funciona e não funciona, caso contrário é somente dinheiro jogado fora.

Não focar nos criativos

Os criativos dos seus produtos também é uma etapa muito importante, porque assim como em uma loja física, a função do vendedor é mostrar os benefícios de um produto, as qualidades e como ele irá te ajudar, na internet não é diferente. Falando em nível de relevância, no e commerce é até mais importante que você foque mesmo nesse processo, pois o contato humanizado já não está sendo feito, então a abordagem será visual e através de criativos bem elaborados.

Bom, citamos alguns exemplos para que você inicie com segurança seu negócio, e atenção a esses fatores, agora é mão na massa. Lembre-se que com dedicação e cautela tudo é possível. E você, tem alguma dica que acha imprescindível para quem está iniciando no digital? Conta pra gente, vamos adorar saber sobre sua experiência!