Segundo dados do Google Adwords, apenas 3% dos visitantes de um e-commerce finalizam sua compra na primeira busca. Isso já aconteceu com você: quantas vezes você já buscou por algo e decidiu pesquisar por outras lojas antes de finalizar a compra? E quantas vezes você já foi bombardeado de anúncios do mesmo produto em outros sites? Nesse artigo, vamos te explicar mais sobre essa estratégia, o remarketing - como funciona, quais suas vantagens e como executá-lo de maneira correta. 

O que é o remarketing?

Quando buscamos algo no google, como por exemplo um modelo de tênis, surgirão anúncios semelhantes em qualquer canto da internet sobre aquele produto. Isso porque a estratégia de remarketing foi aplicada pelo time de tráfego daquela empresa.

Remarketing nada mais é, então, que a ação de impactar novamente um cliente que já passou ou demonstrou interesse pelo o que você vende - ou por sua loja - criando novas campanhas de marketing com base nesse público personalizado. 

Vantagens do remarketing

Mas quais as vantagens de aplicar o remarketing na sua empresa? 

Aumento das vendas

 O retargeting, tem como objetivo captar pessoas que apresentam interesse em finalizar de fato sua compra, e fazê-la com que não a passe  para outra hora. Aplicando estratégias e direcionando bem os anúncios, você aumenta significativamente a possibilidade de fazer com que essas pessoas comprem.

 

Reforço de marca

 O retargeting leva uma sensação de intimidade ao cliente, Funciona como o outdoor que você sempre que passa no local e visualiza  lembra da empresa, só que no online, aumentando assim a consciência  de marca, mais conhecida como brand awareness.

 

Redução do custo de aquisição

 Como o retargeting é direcionado para quem possui real interesse de compra, ele diminui o custo de aquisição por cliente. Considerando um processo de jornada de compra, ele pode em certos casos  pular da etapa 1 para a final e finalizar a venda.

  O remarketing pode gerar um aumento de até 11,3 vezes nas visitas da sua página, além de gerar 3x mais conversões segundo a pesquisa Ecommerce Trends 2017. Além de reforçar a sua marca, alavanca possibilidades de conversão com um custo melhor. Fora que, toda essa estratégia alinhada com outras, traz uma intimidade maior da sua marca com seu cliente.

Como fazer campanhas de remarketing ?

Todo processo estratégico de marketing precisa ser executado através de um plano. Nesse plano de remarketing, é necessário dividir por qual nível de processo de compra essas pessoas estão passando: conscientizar, considerar, comprar ou fidelizar.

  O meio para captar essas informações são listas, que fazem a separação desses conforme as ações nos cliques desses usuários. Para se entender melhor, a lista de quem somente pesquisou pelo produto será diferente da lista quem chegou a colocar como favorito, ou item no carrinho. 

A partir daí, você pode criar os filtros que considere mais relevantes e que irão trazer mais retorno com os templates personalizados para cada um desses grupos, e sempre contando com ferramentas que ajudem a automatizar esses processos.

 Existem dois meios mais eficazes de impactar novamente um cliente que já passou pelo seu produto: e-mail marketing e anúncios. Mas o que incluir nessas campanhas? Isso dependerá de cada etapa da compra que o seu cliente chegou. Caso ele tenha chegado até o checkout, agora é a hora de quebrar quaisquer objeções que ele possa ter que o impeçam de finalizar a compra. Se ele apenas abriu a página do produto, fale sobre garantias, benefícios do produto ou inclua depoimentos e testemunhos de quem já comprou, vídeos do funcionamento do produto ou mesmo descontos e frete grátis.

 

   O remarketing é a oportunidade perfeita para segmentar melhor seus filtros, e afunilar os interesses que esses usuários buscam.  Dados confirmam que 97% dos usuários não concluem suas compras pela primeira vez que usam suas redes de pesquisas. O que leva a isso? Bem, o cliente precisa subconscientemente cumprir a sua jornada de compras que é composta por 4 etapas.

    

   Etapa 1- Descoberta- Quando o cliente ainda não sabe, mas ele tem um problema e esse problema tem uma solução inovadora e eficaz.

   Etapa 2- Reconhecimento- Nessa fase, ele já reconhece que tem um problema e vai em busca da solução.

   Etapa 3- Considera a solução- Pesquisa os melhores meios, ofertas, para aquele produto- serviço que atenda melhor suas expectativas.

   Etapa 4- Decisão, nesse momento ele efetuou todas suas pesquisas, houve interesse no produto. Chegou a hora de comprar!

Retargeting: como aplicar?

 O retargeting mira para converter usuários que já estiveram interessados nos produtos e ofertas da sua loja, assim direcionando os anúncios para aqueles consumidores que não foram convertidos pela primeira visita.

  Assim como a estratégia de remarketing, o retargeting precisa ser executado de maneira calculada caso contrário, será só custo desnecessário para o seu negócio. No retargeting além de segmentar por contatos, podemos segmentar os visitantes com base por exemplo, quem foram os visitantes que clicaram mais de “x” vezes em “x” página, que visitante procurou por tal produto específico, de qual link e por qual rede vieram, entre muitos outros filtros que podem ser aplicados. 

 Agora, para entender um pouco de como funciona o retargeting na prática, sabe toda vez que você entra em algum site e aceita os “cookies”? Pois bem, não estamos falando daqueles de chocolate não, e sim de sinalizadores que ficam gravados em seu computador. Assim, quando esse usuário navegar em outros sites, o google saberá quais eram esses cookies e mostrar os anúncios que foram escolhidos para tal visitante.

 

 E qual o prazo para fazer o retargeting? Bem, o recomendado é 30 dias, depois disso os cookies serão deletados e o usuário não verá mais seus anúncios, mas é possível modificar esse prazo de acordo com o plano de retargeting definido por você e sua equipe.